O que é SASSMAQ e como implementá-lo? Entenda!

Um dos principais métodos de avaliação entre os programas voltados para a qualidade nas indústrias químicas é a certificação SASSMAQ (Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade). Por meio dela, é possível verificar os processos de seguranças em empresas que prestam serviços.

Nesse sistema, há cinco divisões de módulos: estação de limpeza, rodoviário, ferroviário, navios e terminais de armazenagem granéis líquidos. Isso oferece garantias de que as operadoras de logísticas e transportadoras tenham que conduzir as cargas de forma segura e eficaz.

Embora a implementação da SASSMAQ não seja obrigatória, ela pode se mostrar um grande diferencial ao gerar bons resultados para a empresa. Porém, para conseguir a certificação, é preciso entender o seu conceito e seguir algumas etapas fundamentais.

Por isso, preparamos este conteúdo para que você saiba o que é essa certificação e como implementá-la de maneira adequada. Acompanhe!

O que é SASSMAQ e como ela funciona?

Em 2001, foi criada pela Abiquim (Associação Brasileira de Indústrias Químicas) o conceito de SASSMAQ com o intuito de auxiliar as empresas no processo de qualificação, seleção e definição de planos para o exercício da melhoria continua.

Assim, o objetivo principal é diminuir, de maneira progressiva, os riscos envolvidos nas operações de destruição e transporte, por meio da analise dos sistemas.

Para as organizações que desejam obter a certificação, é preciso implementar e passar por auditorias para que seja analisado se todos os requisitos estabelecidos pela SASSMAQ estão sendo seguidos. Dessa forma, há um checklist constituído por tópicos que são divididos e denominados como:

  • Mandatório — são os conteúdos obrigatórios, determinados por condições particulares e exigidos da indústria química ou dados pela legislação.
  • Indicados pela indústria — são exigências de itens exclusivos da indústria química às empresas prestadoras de serviços logísticos, para que, dentro do aceitável, ela possa ter um bom nível de controle.
  • Desejáveis — são requisitos que visam melhorias para o Sistema de Qualidade e SSMA, em que a avaliação inicial conta com itens de livre atendimento.

Dentro dessas condições, para conseguir a certificação, a organização deve atingir a pontuação mínima exigida. Nas questões mandatórias, é preciso que a transportadora consiga 100% dos pontos.

Nos requisitos indicados pela indústria na avaliação inicial, a empresa precisa atingir pelo menos 70% da pontuação. Já nos itens desejáveis, devem ser atendidos ao menos 40% deles.

Com o cumprimento desses requisitos, é permitido manter a certificação na empresa e aprimorar os procedimentos internos.

Para que serve o SASSMAQ e quais são os seus benefícios?

De uma maneira geral, o SASSMAQ serve para garantir que as indústrias químicas tenham seus itens conduzidos com integridade e segurança, reduzindo os riscos na distribuição e transporte, assegurando qualidade e seguindo as legislações.

Com isso, a organização pode usufruir de uma série de benefícios, como:

  • valorizar a imagem da empresa;
  • reduzir o número de infrações, acidentes e penalizações;
  • evidenciar a capacidade de realizar o transporte de produtos químicos com segurança;
  • aderir um sistema de gestão com foco na redução de custos e melhoria continua;
  • reduzir as faltas de motoristas devido à problemas de saúde.

Como implementar o SASSMAQ?

Para a implementação, é preciso contar com uma análise completa realizada pela Abiquim, a fim de assegurar que todas as especificações e pré-requisitos exigidos serão seguidos. Posteriormente, a empresa poderá receber o certificado do SASSMAQ, que tem validade de dois anos.

Para isso, a Abiquim emite um questionário padrão para que a organização seja analisada em seis áreas diferentes, com o intuito de avaliar em quais setores é possível trabalhar com qualidade na distribuição e transporte de cargas da indústria química. Dentre algumas áreas, podemos citar:

  • inspeção do ambiente de armazenamento de frotas e cargas de caminhões;
  • planejamento das operações logísticas;
  • gerenciamento de equipamentos;
  • confidencialidade e segurança patrimonial;
  • saúde, segurança e meio ambiente.

Além disso, também é preciso ficar atento em relação aos pré-requisitos, que são fundamentais para o processo de adequação da organização ao SASSMAQ, tais como:

  • atuar sob as licenças: AVCB, alvará da prefeitura, registro na ANTT (como ETC ou CTC), licença IBAMA, PF, PC e exército (setor de transportes), licença de Operação;
  • trabalhar com transporte de produtos químicos há mais de 6 meses;
  • ter uma frota própria com no mínimo 4 veículos (próprios ou arrendados) e pelo menos 1 motorista para cada veículo.

Ainda, para ter sucesso na adequação e implementação do projeto, é essencial o envolvimento da liderança nas seguintes etapas:

  • Definições gerais — condizem com a estrutura da informação da empresa, isto é, a utilização de softwares, bem como a definição de os funcionários terem acesso ao sistema de gestão.
  • Gestão de pessoas — é a etapa que aborda o gerenciamento das relações de trabalho com os terceiros e seus funcionários.
  • Gestão de competências — é o momento de analisar as competências de cada colaborador envolvido para planejar planos de treinamentos individuais.
  • Gestão de riscos — é realizada a identificação e analises dos riscos operacionais, ambientais e ocupacionais que podem trazer impactos para as operações da organização.
  • Controle operacional ambiental — realiza um plano de ação que visa diminuir os impactos ambientais anteriormente identificados, como também a maneira de agir em caso de emergências.
  • Infraestrutura da operação — em que a operação da organização é observada a fim de definir programas de manutenção e inspeção de rotinas, e gerenciar os equipamentos.
  • Operação — realiza os gerenciamentos administrativos diários e as atividades operacionais para assegurar o transporte mais eficiente.
  • Segurança ocupacional — executa controles que proporcionam a segurança de todos os colaboradores que atuam de maneira direta ou indiretamente nas atividades relatadas.

Quais são as principais dicas para conseguir a implementação?

A implementação e certificação do SASSMAQ torna a empresa qualificada e com uma gestão mais competente para prestar serviços às organizações do ramo químico. Diante disso, confira, a seguir, algumas dicas que podem ajudar nesse processo.

Reduza o percurso e acelere a certificação

Trabalhando todos os pré-requisitos de maneira antecipada, é possível agilizar os serviços da instituição e ajudar a empresa certificadora no processo de obtenção do SASSMAQ.

Evite atrasos e erros no projeto

Uma empresa de consultoria especializada pode ser uma ótima opção para auxiliar no desenvolvimento do projeto, dando apoio também na etapa de auditoria.

Diminua os custos com o processo

Durante o processo de implementação de certificação do SASSMAQ, muitos obstáculos podem ser encontrados, como o custo de deslocamento e as viagens dos funcionários e consultores. Nesse caso, é importante não gastar mais do que o planejado e verificar a possibilidade de uma consultoria online.

Garanta a certificação

Uma boa forma de assegurar a aprovação da certificação é obtendo parceria com uma empresa certificadora. Assim, ela poderá auxiliar sempre que for necessário.

A implementação do SASSMAQ é um processo que se torna um importante aliado das indústrias químicas, pois abrange um público específico com relação ao transporte.

Isso se torna uma grande vantagem competitiva no mercado, pois promove uma solução real para as empresas que estão em busca de diferenciação. Além disso, atesta a sua preocupação com temas fundamentais, como a adoção de práticas que visam a qualidade de todos os processos, a atuação responsável diante dos desafios ambientais e a segurança dos colaboradores envolvidos.

Gostou e quer ficar por dentro dos mais variados assuntos? Então, assine a nossa newsletter e receba conteúdos riquíssimos diretamente em seu e-mail.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Warning: Use of undefined constant CHORUS_USER_ID - assumed 'CHORUS_USER_ID' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/storage/3/d1/4b/reusa1/public_html/blog/wp-content/mu-plugins/chorus-core/integrations/index.php on line 23

Warning: Use of undefined constant CHORUS_HUBSPOT_SERVICE_URL - assumed 'CHORUS_HUBSPOT_SERVICE_URL' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/storage/3/d1/4b/reusa1/public_html/blog/wp-content/mu-plugins/chorus-core/integrations/index.php on line 24